Artigo

Nota de Pesar pelo Falecimento de Jorge Vilas

Nota de Pesar pelo Falecimento de Jorge Vilas

A Federação Distrital do Porto do Partido Socialista expressa o seu mais profundo pesar pelo falecimento de Jorge Vilas. O jornalista e cronista do Jornal de Notícias deixou-nos ontem aos 77 anos.

Cidadão empenhado na vida pública e política da cidade do Porto, Jorge Vilas era militante do Partido Socialista desde 1 de maio de 1974. Nasceu a 23 de abril de 1942 em Massarelos, no Porto, e residia em Mafamude, Vila Nova de Gaia. Jorge Vilas ingressou no Jornal de Notícias no final da década de 1960 e reformou-se em 2004. Mantinha, até hoje, a sua crónica semanal na rubrica “Passeio Público” do JN.

Jorge Vilas seguiu as pisadas do pai, Alberto Vilas, no jornalismo. Começou o seu percurso profissional no jornal quando regressou do serviço militar que prestou na Guiné-Bissau pela Força Aérea. No JN, fez carreira na secção do Grande Porto.

Assim como o pai, foi funcionário na Biblioteca Municipal do Porto, e foi assessor na Câmara Municipal do Porto, tendo colaborado com o município durante o mandato do socialista Fernando Gomes. Jorge Vilas integrou ainda a Comissão de Toponímia da cidade do Porto e foi um parceiro ativo na organização das festas de São João, tendo tido uma colaboração especial nos concursos das cascatas.

A Federação Distrital do Porto do PS, e o seu presidente Manuel Pizarro, endereçam as mais sentidas condolências à família e amigos de Jorge Vilas e ao Jornal de Notícias.

Fotografia: Jornal de Notícias

114 Visualizações