Nota de pesar pelo falecimento de Jorge Coelho (1954-2021)

A Federação Distrital do Porto do Partido Socialista expressa o seu mais profundo pesar pelo falecimento de Jorge Coelho.

Perdemos hoje um grande socialista, que dedicou grande parte da sua vida à causa pública. Jorge Coelho desempenhou cargos de enorme responsabilidade no Governo e no Partido Socialista, demonstrando sempre um sentido de ética imbatível e um espírito de combate e de salvaguarda dos valores da democracia, da igualdade e da solidariedade.

Recordaremos eternamente Jorge Coelho pela sua extraordinária dedicação ao Partido Socialista e ao País, tendo sempre exercido todas as suas tarefas com grande dignidade.

Nascido em 17 de julho de 1954, em Mangualde, distrito de Viseu, Jorge Coelho foi Ministro Adjunto, da Administração Interna, da Presidência e do Equipamento Social nos Governos do Partido Socialista liderados por António Guterres entre 1995 e 2002.

Jorge Coelho foi também dirigente do PS, tendo ocupado a função de secretário nacional para a organização do Partido Socialista, contribuindo para a vitória eleitoral nas Eleições Legislativas de outubro de 1995. Coordenou vários processos no PS, incluindo o das Eleições Autárquicas de 2005 e das Eleições Primárias para a escolha do Secretário-Geral em 2014.

A Federação Distrital do Porto do Partido Socialista, e o seu presidente Manuel Pizarro, endereçam as mais sentidas condolências a todos os camaradas, e especialmente, à família e amigos de Jorge Coelho.

144 Visualizações