Manuel Pizarro: “Quem quiser continuar no caminho do progresso votará no PS”

Manuel Pizarro foi o convidado do Plenário de Militantes “Garantir o Futuro” organizado pela Concelhia de Vila do Conde do Partido Socialista na Casa da Juventude de Guilhabreu que se encheu de militantes e simpatizantes, numa sessão na qual foram cumpridas rigorosamente as medidas de saúde pública e de distanciamento social.

O eurodeputado e presidente da Federação Distrital do Porto do PS deixou claro que “quem quiser voltar à austeridade da troika votará na direita, quem quiser continuar no caminho do progresso votará no PS, para que tenhamos uma maioria reforçada que permita uma governação estável e duradoura, porque só assim podemos consolidar os resultados que temos conseguido para o país”.

Manuel Pizarro elencou as principais conquistas do Governo do Partido Socialista, começando pelo crescimento económico. “Entre 2016 e 2019 crescemos mais rápido do que a União Europeia. Foi a primeira vez no século XXI que Portugal andou mais depressa do que o crescimento médio da União Europeia. Nós crescemos 12%, a média da União Europeia foi 7%”. Manuel Pizarro assinalou, assim, que Portugal conseguiu o objetivo de convergir “com os níveis de bem-estar e de riqueza dos países mais ricos da Europa”.

As previsões económicas das instituições internacionais apontam para que o crescimento económico irá continuar em Portugal. “Na soma de 2021, 2022 e 2023, Portugal irá ver a sua economia crescer 14%, isto é, uma vez mais, um crescimento mais rápido do que a média da União Europeia”, afirmou o eurodeputado.

“Fizemos o trabalho que tínhamos que fazer e provamos que responder a uma crise com solidariedade tem melhores resultados não só para as pessoas, mas também para a economia. A receita da solidariedade do PS derrotou a receita de austeridade da direita”, defendeu Manuel Pizarro.

Outra das conquistas alcançadas pela governação do Partido Socialista está relacionada com a qualidade de vida dos portugueses. “Estamos melhor do que o que estávamos. Suplantámos os maus resultados da direita. Reduzimos as desigualdades e a pobreza e melhoramos a vida dos portugueses”, disse o líder federativo.

Além do atual nível de desemprego muito inferior àquele que era registado em 2016, o Governo do PS aumentou o Salário Mínimo Nacional (SMN) de 505 euros para 705 euros, valor que entrará em vigor a 1 de janeiro de 2022. Manuel Pizarro destacou que “não há memória em Portugal” de “um aumento de 40% do SMN em 6 anos”.

O PS conquistou ainda o mérito de “enterrar o mito de que quem consegue tomar contas públicas em Portugal é a direita”. O presidente da Federação Distrital do Porto assinalou que “pela primeira vez na democracia portuguesa, houve um ano em que as contas do estado deram lucro. Esse ano foi 2019 e quem estava no governo era o PS e era o António Costa que conseguiu o primeiro superavit nas contas públicas portuguesas”.

Por isso, “neste momento político decisivo para o futuro de Portugal, o PS merece a confiança dos portugueses para continuar a reduzir as desigualdades, mantendo as contas em ordem”.

Vítor Costa: “De Guilhabreu partimos novamente para uma grande caminhada”

Depois da vitória histórica que liderou em Vila do Conde nas últimas autárquicas, Vítor Costa voltou a dirigir-se àqueles que “em circunstâncias muito difíceis tiveram o mérito de acreditar que a mudança era possível” no concelho, afirmando que “de Guilhabreu partimos hoje novamente para uma grande caminhada”.

O percurso até às eleições legislativas, começa em cada militante e simpatizante do PS: “Estão hoje todos convocados para o grande desafio de 30 de janeiro. Precisamos de um Partido Socialista forte, que tenha uma sede em cada um de nós. É isso que vamos fazer, um a um, casa a casa”, mantendo “a união e a solidariedade” que faz do PS, “o partido do povo, com o povo e para o povo”.

O presidente da Comissão Política Concelhia do PS e da Câmara Municipal de Vila de Conde relembrou que “o partido são as pessoas, militantes, simpatizantes e anónimos, que foram capazes de dar a cara e de dar um contributo extraordinário” para a vitória no município.

“Conseguimos uma mobilização extraordinária e não vamos parar”, disse Vítor Costa. “É com António Costa que vamos vencer as eleições legislativas. É o candidato mais bem preparado, que conhece melhor o nosso país e que tem por trás de si a força política preparada para o desenvolvimento do nosso país”, concluiu o presidente da Câmara Municipal de Vila do Conde.

Também presentes no Plenário de Militantes “Garantir o Futuro” em Vila do Conde, estiveram o presidente da Junta de Freguesia de Guilhabreu, Joaquim Moreira, a presidente da estrutura concelhia das Mulheres Socialistas – Igualdade e Direitos, Sílvia Moreira e o presidente da Concelhia da JS de Vila do Conde, João Pedro Campos.

332 Visualizações