Artigo

Lista do PS às Legislativas no Porto marcada pelo “rejuvenescimento” e “representatividade regional”

114 Visualizações

Lista do PS às Legislativas no Porto marcada pelo “rejuvenescimento” e “representatividade regional”

A comissão política distrital do PS Porto aprovou na sexta-feira, 19 de julho, a lista de candidatos a deputados, com 53 votos a favor, 12 contra e três votos em branco. A lista foi depois aprovada pela comissão política nacional a 23 de julho.

Manuel Pizarro, presidente da Federação Distrital, expressou a intenção de “alargar o mais possível a lista a todo o distrito”, dizendo que “não há memória de uma lista com tanta representatividade territorial”

O líder federativo destacou ainda a “maior representatividade feminina” de sempre e “uma grande representatividade de diferentes idades”.

A lista do círculo eleitoral do Porto é novamente encabeçada pelo professor universitário jubilado doutorado em Física, Alexandre Quintanilha. A professora-coordenadora e antiga Presidente do Instituto Politécnico do Porto, Rosário Gambôa, surge no segundo lugar, e João Pedro Matos Fernandes, ministro do Ambiente e da Transição Energética, ocupa o terceiro posto.

Ana Paula Vitorino, ministra do Mar, e José Luís Carneiro, secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, também integram a lista, da qual fazem ainda parte Isabel Oneto, secretária de Estado Adjunta e da Administração Interna, e João Torres, secretário de Estado da Defesa do Consumidor.

Os deputados João Paulo Correia e Tiago Barbosa Ribeiro concorrem a mais um mandato.

Pela primeira vez, surgem como candidatos a deputados, Cristina Moreira, vice-presidente da Câmara de Lousada, Pedro Sousa, presidente da Junta de Freguesia de Matosinhos, Carlos Brás, vereador da Câmara Municipal de Gondomar, e Eduardo Barroco Melo, líder da Juventude Socialista do Porto. Outra novidade é Pedro Braga de Carvalho, mestre em Direito, eleito pelo PS na Assembleia Municipal do Porto.

Nas eleições legislativas de 2015, no círculo eleitoral do Porto, o Partido Socialista elegeu 14 deputados.