João Paulo Correia: O PS é o único partido que garante uma governação responsável e estável

Por iniciativa da Federação Distrital do Porto do Partido Socialista iniciou-se este sábado, 6 de novembro, o ciclo de plenários promovidos por cada concelhia socialista, sob o lema “Garantir o Futuro”.

O primeiro destes encontros concelhios decorreu na Trofa. Na AEBA – Associação Empresarial do Baixo Ave, João Paulo Correia, vice-presidente do Grupo Parlamentar do PS foi o orador convidado para o debate sobre a situação política do país, que contou também com Amadeu Dias, presidente da Comissão Política Concelhia da Trofa e vereador na respetiva Câmara Municipal.

“O PS é o único partido que garante uma governação responsável e estável do país, neste momento delicado que atravessamos”, afirmou João Paulo Correia.

O deputado socialista defendeu, ainda, que o Orçamento de Estado para 2022 (OE2022), chumbado no parlamento, “era o orçamento mais à esquerda dos sete que que o Governo do PS apresentou nos últimos anos e abrangia muitos apoios para a retoma da economia, bem como fortes apoios às famílias e aos jovens”, sendo “incompreensível” o chumbo do documento no parlamento pelos partidos à esquerda do PS.

“Desde 2016 que a nossa estratégia passou pela devolução de rendimentos às famílias, com a redução da tarifa da energia, o passe único, o alívio fiscal do IRS, a oferta de manuais escolares, entre outras medidas. Este Orçamento de Estado vinha dar continuidade a esse mesmo esforço”, sustentou João Paulo Correia.

Segundo o vice-presidente do Grupo Parlamentar do PS, é preciso continuar o trabalho de desenvolvimento do país assente em “três pilares que são a marca da governação socialista: a aposta na Segurança Social, na Saúde e na Educação”, sem fazer cedências que comprometam o crescimento económico e as contas certas do país.

O ciclo “Garantir o Futuro” irá percorrer todo o distrito do Porto para debater a atual situação política e contará com personalidades de destaque do Partido Socialista na governação do país e no trabalho parlamentar.

145 Visualizações