João Paulo Correia: O balanço da primeira metade da legislatura

João Paulo Correia tem 45 anos e é licenciado em Organização e Gestão de Empresas. É presidente da Junta da União de Freguesias de Mafamude e Vilar do Paraíso desde 2013. É deputado na Assembleia da República desde 2009. Atualmente é vice-presidente do Grupo Parlamentar do PS e faz parte da Comissão de Orçamento e Finanças e, como suplente, da Comissão de Defesa Nacional e da Comissão de Transparência e Estatuto dos Deputados. Fez parte da Comissão Eventual de Inquérito Parlamentar às perdas registadas pelo Novo Banco e imputadas ao Fundo de Resolução.

1. O que foi para si mais importante nesta primeira metade do mandato?

A participação do Parlamento na resposta à pandemia, desde a primeira declaração do estado de emergência, passando pelos OE 2020 e 2021, até às deliberações que permitiram a mobilização de medidas de apoio às famílias de empresas. O Inquérito ao BES/NB foi um forte contributo para a defesa do interesse público.

2. Quer destacar e explicar alguns dos assuntos em que esteve pessoalmente mais envolvido?

As primeiras medidas de resposta à pandemia. Os orçamentos do Estado para 2020 e para 2021. A coordenação da Comissão de Inquérito ao BES/NB. O primeiro debate desta sessão legislativa sobre controlo da pandemia e o processo de vacinação. 

3. A que dossiês vai dedicar especial atenção nesta segunda metade do mandato?

Ao Orçamento de Estado para 2022, à execução orçamental, à evolução da atividade económica e à reforma do sistema nacional de supervisão financeira

A intervenção parlamentar destacada pelo deputado João Paulo Correia:

127 Visualizações