Cristina Mendes da Silva: O balanço da primeira metade da legislatura

Cristina Mendes da Silva tem 55 anos e é educadora de infância. Foi vereadora e vice-presidente da Câmara Municipal de Lousada. É deputada desde 2019. Integra a Comissão de Assuntos Europeus e a Comissão de Trabalho e Segurança Social e, como suplente, a Comissão de Economia, Inovação, Obras Públicas e Habitação.

1. O que foi para si mais importante nesta primeira metade do mandato?

Na primeira parte do mandato, destaco a Presidência Portuguesa da União Europeia e os trabalhos que a Comissão dos Assuntos Europeus desenvolveu no acompanhamento da mesma. Como membro efetivo desta comissão tive oportunidade não só acompanhar toda a estratégia europeia na luta contra a pandemia pela Covid-19, pude dar o meu contributo nas muitas audições com o Ministro dos Negócios Estrangeiros, assim como com todas e todos os eurodeputados que representam o nosso país no Parlamento Europeu. Pude ainda testemunhar a notoriedade com que o governo português conseguiu organizar a Cimeira Social do Porto e negociar e fazer aprovar os Planos de Recuperação e Resiliência.

2. Quer destacar e explicar alguns dos assuntos em que esteve pessoalmente mais envolvida?

Destaco o meu envolvimento nos dossiers da reestruturação do “Programa Rede Social” e da “Monitorização da resposta económica e social ao ecossistema do Vestuário, Têxtil, Calçado e Moda, no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência”, tendo sido primeira subscritora de dois projetos de resolução que resultaram desse trabalho. Refiro ainda o meu envolvimento na defesa da construção da nova Linha Férrea do Vale do Sousa e todo o trabalho de articulação com as entidades locais da região no âmbito do combate ao Covid-19

3. A que dossiês vai dedicar especial atenção nesta segunda metade do mandato?

Na segunda metade do mandato, conto dar todo o meu contributo nas questões ligadas ao combate à pobreza, empregabilidade e trabalho. Espero, ainda, continuar a acompanhar a remodelação do Programa Rede Social, assim como a monitorização da resposta económica e social aos setores do Vestuário, Têxtil, Calçado e Moda. Tenho ainda a pretensão de continuar a dar o meu contributo nas questões dos assuntos europeus, nomeadamente a aposta na ferrovia e a implementação do Pilar Europeu dos Direitos Sociais. Claro que estarei sempre disponível, quer para aceitar os desafios no âmbito das comissões parlamentares a que pertenço, assim como estar atenta ao território e tudo fazer para colaborar no que for necessário.

A intervenção parlamentar destacada pela deputada Cristina Mendes da Silva:

129 Visualizações