Autárquicas: Habitação no topo das prioridades de Paulo Araújo Correia

Foi apresentada este domingo a coligação “Penafiel Unido” que junta o PS e o RIR. O candidato Paulo Araújo Correia salientou a habitação como uma das principais prioridades.

O direito à habitação própria a custo acessível, o investimento na mobilidade, a aposta em emprego qualificado e a defesa do património ambiental do concelho são algumas das prioridades destacadas pelo candidato à Câmara Municipal de Penafiel, Paulo Araújo Correia. A coligação “Penafiel Unido” foi apresentada este domingo, 18 de abril. O Partido Socialista concorre às Eleições Autárquicas em coligação com o Partido RIR – Reagir Incluir Reciclar, liderado por Vitorino Silva, o conhecido Tino de Rans.

Na sessão pública, em Penafiel, Paulo Araújo Correia condenou “os défices de liberdade” que limitam os penafidelenses. “Não é verdadeiramente livre o jovem penafidelense que, querendo aceder a habitação própria no concelho onde nasceu, não consegue, porque não existe uma verdadeira política pública de habitação. Não são verdadeiramente livres os pais penafidelenses que sacrificaram a vida para que os filhos pudessem estudar e agora são confrontados com o desgosto de não ver os filhos encontrar emprego qualificado na terra que os viu nascer. Não são verdadeiramente livres os penafidelenses que nasceram em freguesia belíssimas e se veem confrontados com um aterro sanitário que conspurca a paisagens e compromete a segurança dos rios. Não é verdadeiramente livre o cidadão que não tem transporte público”, referiu o candidato da coligação “Penafiel Unido”.

Paulo Araújo Correia assumiu que é “um enorme orgulho” ser cabeça de lista da coligação à Câmara Municipal de Penafiel, mas também “uma enorme responsabilidade”. O candidato socialista destacou que a candidatura surge no decurso do trabalho desenvolvido ao longo dos últimos três anos pelo PS em Penafiel, sobretudo na formação de quadros e no diálogo com a sociedade civil. Paulo Araújo Correia tem “uma enorme vontade de construir um concelho onde se possa viver melhor”.

Manuel Pizarro: “Penafiel tem ficado para trás por incapacidade política de quem gere o município”

Manuel Pizarro, presidente da Federação Distrital do Porto do PS, que marcou presença na sessão de apresentação enalteceu a qualificação e as capacidades profissionais, pessoais e políticas de Paulo Araújo Correia. “Dizem que tem o defeito de ser novo. Pode ter menos passado, mas tem muito mais futuro”, garantiu.

Com “o apoio absoluto do PS” à coligação com o RIR, Manuel Pizarro destacou que “Penafiel tem ficado para trás. É uma cidade relevantíssima do distrito do Porto e devia ser o centro político, económico, social e cultural do Vale do Sousa e está a ficar para trás por incapacidade política de quem gere o município. Quem está a gerir está mais preocupado com jogos de poder para se perpetuar na liderança, pondo até em causa princípios básicos da democracia local”.  Para o líder da Distrital do PS, essa energia devia ser canalizada para “promover a criação de emprego, a melhoria do acesso à educação, a garantir que os jovens têm uma casa a custo acessível. É isso que não fazem e é preciso fazer”.

Nuno Araújo: “Este é um projeto político que quer mudar o concelho”

Nuno Araújo, presidente da Comissão Política Concelhia de Penafiel do Partido Socialista congratulou-se com a disponibilidade do RIR para fazer parte deste projeto político. “Desde o primeiro momento que o Tino disse que sim. Quando se coloca os destinos de Penafiel em primeiro não se discutem coisas mesquinhas como lugares, discute-se o futuro de Penafiel”, revelou.

Nuno Araújo ainda lançou críticas à coligação de direita que governa a autarquia, dizendo que é “uma coligação instalada há 20 anos que pode ter trazido ideias novas no passado, mas que agora está esgotada, sem ideias e anda ao rumo dos fundos comunitários”. Segundo o presidente da Concelhia do PS, “nós queremos uma estratégia definida para a próxima década de emprego, habitação, mobilidade e ambiente. Com esta coligação já não é possível. São 20 anos dos mesmos protagonistas. As obras que estão a ser feitas são fruto de políticas do PS, que conseguiu preparar os fundos comunitários para que fossem uma realidade”, afirmou.

Para Nuno Araújo, o candidato Paulo Araújo Correia tem a “determinação, força e energia” necessária para um “projeto político que quer mudar o concelho”.

A coligação “Penafiel Unido” tem como mandatário Agostinho Gonçalves e como diretor de campanha Fernando Malheiro, vereador do PS. Agostinho Soares será o mandatário financeiro.

256 Visualizações