Alexandra Leitão: “PS sempre fez uma defesa intransigente do Estado Social”

Alexandra Leitão foi a convidada do Plenário de Militantes “Garantir o Futuro” organizado pela Concelhia de Marco de Canaveses do Partido Socialista.

No auditório do Edifício Marco Fórum XXI, a dirigente do PS e atual ministra, defendeu que “a par do aumento do salário mínimo, a defesa intransigente por parte do PS do Estado Social contribuiu também para aumentar o rendimento das famílias com medidas como a gratuitidade dos manuais escolares, a redução dos passes sociais, o complemento de apoio às famílias nas atividades pré-escolares ou, mais recentemente, a gratuitidade das creches a implementar progressivamente a partir do próximo ano letivo, como estava consignado na proposta de Orçamento de Estado”.

A sessão, no Marco de Canaveses, contou ainda com a participação de Manuel Pizarro. O eurodeputado e presidente da Federação Distrital do Porto do PS, afirmou que “as próximas eleições constituem um momento decisivo para os portugueses fazerem a escolha entre o PS, que cumpre o que promete, com o registo de um crescimento acima da média europeia, redução das desigualdades, aposta no reforço dos serviços públicos de transporte e redução dos passes sociais, e com o aumento do salário mínimo, mantendo as contas públicas em ordem, e entre o PSD que defende que a austeridade é a única resposta para momentos de crise internacional como aquela que estamos a atravessar fruto da pandemia”.

O Plenário de Militantes “Garantir o Futuro” no Edifício do Marco Fórum XXI, contou ainda com a presença de Mário Bruno Magalhães, dirigente concelhio do PS e vice-presidente da Câmara Municipal de Marco de Canaveses e de Celso Santana, presidente da Mesa da Comissão Política Concelhia. Cristina Vieira, presidente da Concelhia e da Câmara Municipal não pode comparecer, por razão imperiosa, que foi explicada a todos os presentes.

300 Visualizações