Artigo

Pizarro escolhe ministro do Ambiente para seu mandatário ao Porto

128 Visualizações

Pizarro escolhe ministro do Ambiente para seu mandatário ao Porto

 

Notícia publicada no Público a 4 de agosto, 2017

Texto: Margarida Gomes

 

Matos Fernandes revela que aceitou o convite “sem qualquer hesitação” e acredita que a candidatura de Manuel Pizarro “tem tudo para poder ser uma candidatura de sucesso”.

João Pedro Matos Fernandes, o independente que é também ministro do Ambiente, vai ser o mandatário da candidatura de Manuel Pizarro (PS) à presidência da Câmara do Porto nas eleições autárquicas de 1 de Outubro.

Depois de ter convidado o antigo ministro da Economia Luís Braga da Cruz para encabeçar a candidatura à Assembleia Municipal do Porto, Manuel Pizarro desafiou o ministro do Ambiente para seu mandatário e Matos Fernandes aceitou.

Em declarações ao PÚBLICO, Matos Fernandes fala “com orgulho” do convite que recebeu e que “muito” o honrou e que esta “é a forma de dar um contributo para a candidatura de Manuel Pizarro e do Partido Socialista à Câmara do Porto”.

“Foi um convite muito honroso que aceitei com muito gosto e sem qualquer hesitação”, disse, considerando que o “papel de mandatário é um papel de relevância administrativa. É muito mais o significado público que pode ter este mesmo convite (e a sua aceitação) de reafirmação de um apoio que também já era público ao Manuel Pizarro”.

De resto, Matos Fernandes sublinhou que em 2013 foi ao lado de Manuel Pizarro que esteve quando se candidatou pela primeira vez à Câmara do Porto. “Fui apoiante dele há quatro anos, sou apoiante dele agora e, reconhecendo que no início esta era uma candidatura muito difícil, aquilo que eu sinto é que a cada dia que passa é uma candidatura que se afirma cada vez mais, que tem uma fortíssima relação com o Porto e que acredito que tem tudo para poder ser uma candidatura de sucesso”.

“É com muito gosto que me associo a esta mesma candidatura e foi essa a razão que me levou a aceitar sem qualquer hesitação”, revelou ainda o ministro.

O candidato, por seu turno, diz que é para si “um orgulho e uma responsabilidade ter como mandatário uma personalidade com a relevância local e nacional do engenheiro Matos Fernandes que, além do mais, é um independente”, afirmou o vereador e candidato do PS à Câmara do Porto, revelando que o convite foi feito há dias.

Elogiando o percurso profissional do actual ministro, Pizarro fala da “profunda ligação” que o seu mandatário tem ao Porto. ”O engenheiro Matos Fernandes é um grande profissional e um gestor de méritos reconhecidos, que fez um trabalho inigualável, quer na Administração dos Portos do Douro e Leixões, quer na Águas do Porto [empresa a que presidiu antes de ser convidado por António Costa para integrar o Governo]”, destaca o candidato. “É uma pessoa profundamente ligada ao Porto com raízes familiares na cidade e que sendo ministro soube, como ninguém, respeitar o Porto. A ele se devem, por exemplo, a reversão do confisco da Águas do Douro e Paiva, a municipalização da Sociedade de Transportes Colectivos do Porto, impedindo a sua privatização, e a retoma da ampliação da rede do metro [Linha Rosa: entre a Casa da Música e S. Bento, em ligação subterrâneo, e a expansão da Linha Amarela até Vila D´Este]”.

A apresentação do mandatário está marcada para amanhã à tarde no Passeio das Virtudes, junto à Cooperativa Artística Árvore. Na segunda-feira, Matos Fernandes acompanhará Manuel Pizarro na apresentação das listas à Câmara do Porto, Assembleia Municipal do Porto e juntas/uniões de freguesias. A sessão está marcada para marcada para o meio-dia.