Artigo

Marco Martins

584 Visualizações

Confrontado com o valor que o Governo tem disponível para a extensão da rede de metro do Grande Porto, o presidente da Câmara de Gondomar, Marco Martins, apresentou uma nova solução para a extenção da linha no concelho. A proposta reduz para quase metade o custo que estava inicialmente previsto e abrange um maior número de utilizadores.

A nova linha proposta para Gondomar, que liga o Largo do Souto, no centro do concelho, à estação do Estádio do Dragão, tem assim cerca de 6,8 km, mais 1,1 do que a anterior, e custa 110 milhões de euros, apenas 55% do que seria gasto com o traçado que estava inicialmente previsto. Num raio de 500 metros e com duas novas estações no Porto – Lagarteiro e Cerco –, a nova solução representa ainda um aumento de 55,83% em termos de captação de residentes e postos de trabalho.

Com a nova proposta, a expectativa do autarca de Gondomar é que a linha Dragão-Souto possa ser considerada na decisão do Governo relativamente à expansão da rede de metro, a qual será conhecida no próximo dia 07 de fevereiro.