Artigo

Há mais 65 mil pessoas empregadas na zona Norte

171 Visualizações

Há mais 65 mil pessoas empregadas na zona Norte

O emprego na região Norte registou um crescimento histórico no 1º trimestre de 2017, com mais 65 mil pessoas empregadas.

Este resultado representa um aumento de 4,2% em termos homólogos, de acordo com o relatório “Norte Conjuntura” da autoria da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-NO).

“É o mais acentuado crescimento de que há registo” refere o relatório e acrescenta que se assistiu à “aceleração do crescimento do emprego, das exportações e de alguns dos principais indicadores disponíveis relacionados com o consumo e com o investimento, bem como à subida da taxa de inflação e à continuada diminuição do crédito às empresas”.

Nesta região, a taxa de desemprego voltou a diminuir para 10,9% e o aumento dos postos de trabalho deve-se, fundamentalmente, ao ramo de atividade dos transportes e armazenagem e às funções relacionadas com as áreas de consultoria, científicas, técnicas e similares.

“O crescimento do emprego na região Norte no 1º trimestre de 2017 explica-se sobretudo pelo aumento do número de trabalhadores empregados por conta de outrem” indica o mesmo documento, salientando que este crescimento “foi particularmente acentuado entre os homens”.

Há mais 3,4% ativos a descontar para a Segurança Social, tendo a Área Metropolitana do Porto dado “um contributo que, por si só, explica quase metade do crescimento observado em toda a região”.

Já a média de salários mensais líquidos da zona Norte posiciona-se nos 792 euros – um incremento real de 2,1%.
As exportações apresentaram também uma aceleração, nomeadamente no que concerne às vendas para o exterior da União Europeia, “cuja variação homóloga passou de 3,9% no trimestre anterior para 24,5% no 1º trimestre de 2017”, revela o CCDR-N.