Artigo

Com “extraordinária vitória”, PS recupera Área Metropolitana do Porto ao fim de 20 anos

541 Visualizações

Com “extraordinária vitória”, PS recupera Área Metropolitana do Porto ao fim de 20 anos

Duas décadas depois, o Partido Socialista recupera a liderança da Área Metropolitana do Porto (AMP), com o partido a conquistar as nove maiores autarquias: Arouca, Gondomar, Matosinhos, Oliveira de Azeméis, Paredes, Santo Tirso, São João da Madeira, Valongo e Vila Nova de Gaia.

“Somando a extraordinária vitória do PS no distrito do Porto às vitórias alcançadas noutros municípios da área metropolitana – designadamente a confirmação da vitória do PS em Arouca e as novas vitórias do PS em Oliveira de Azeméis e em São João da Madeira, onde o PS nunca tinha ganhado – fazem com que o PS, ao fim de 20 anos, recupere de forma inequívoca a liderança da Área Metropolitana do Porto”, afirmou Manuel Pizarro, Presidente da Federação Distrital do Porto do PS, numa declaração aos jornalistas no rescaldo das eleições autárquicas.

Recorde-se que, já em julho, na sessão da apresentação da recandidatura de Eduardo Vítor Rodrigues à presidência da autarquia gaiense, o líder federativo afirmava estar “convicto da enorme vitória” do partido nas autárquicas, o que permitiria “finalmente” ganhar a liderança da Área Metropolitana do Porto (AMP).

Contas feitas e com 59% dos votos, num total de 257.482 num universo de 438.910, o Partido Socialista garante a liderança da AMP.

Com 25 anos de existência, a AMP é liderada desde 1998 pelo PSD, tendo sido apenas liderada pelo PS no seu primeiro mandato, entre 1992 e 1998, pelo antigo autarca do Porto Fernando Gomes.