Artigo

ANTÓNIO COSTA: O PRÓXIMO CICLO AUTÁRQUICO EM PAREDES “SÓ PODE SER COM ALEXANDRE ALMEIDA”

1054 Visualizações

António Costa: O próximo ciclo autárquico em Paredes “só pode ser com Alexandre Almeida”

A candidatura autárquica de Alexandre Almeida a Paredes arrancou esta sexta-feira, 24 de fevereiro, num jantar que decorreu em Besteiros, Paredes. Com uma participação inédita, a iniciativa juntou cerca de mil apoiantes e simpatizantes e reuniu as principais figuras do PS nacional e distrital. António Costa, secretário-geral do partido, Ana Catarina Mendes, secretária-geral adjunta, e Manuel Pizarro, presidente da Federação Distrital do Porto, confirmaram, assim, a dimensão da candidatura socialista.

“Este é um momento histórico para Paredes. Chegamos ao fim de um ciclo e agora é tempo de abrir um novo ciclo e olhar para o futuro. E esse ciclo só pode ser o do PS com Alexandre Almeida”, defendeu o secretário-geral do PS.

“Paredes precisa de uma governação diferente, de uma câmara que compreenda as necessidades das pessoas, que faça mais trabalho e menos show-off, de uma Câmara de boas contas”, destaca o líder federativo, Manuel Pizarro, garantindo que “com a candidatura de Alexandre Almeida Paredes tem futuro”.

Para António Costa não há dúvidas. Alexandre Almeida é o homem certo para liderar um novo ciclo em Paredes, concelho que o secretário-geral do PS afirma ser “fundamental para a economia do país”, recordando o seu contributo na exportação de produtos portugueses graças à indústria do móvel.

Falando da política de descentralização que o atual Governo pretende levar a cabo, António Costa lembrou ainda que os autarcas que vão ser eleitos em 2017 “terão mais meios e competências para ajudar a desenvolver o território”.

“É por isso que precisamos de ter em Paredes alguém que puxe por este concelho e o seu desenvolvimento, é por isso que apoiamos o Alexandre Almeida”, sustentou.

Recorde-se que a Câmara Municipal de Paredes é liderada há 12 anos pelo social-democrata Celso Ferreira que, ao abrigo da atual lei de limitação de mandatos, não se poderá recandidatar.

Por outro lado, o PSD tem vindo a perder força no concelho. Só nas últimas eleições autárquicas, em 2013, foram 11.039 os votos perdidos pelos sociais-democratas, o que fez com que a liderança da autarquia tenha sido ganha a muito custo, por uma curta diferença de 73 votos.

Com o PS a ganhar cada vez mais terreno em Paredes, Alexandre Almeida é, assim, um forte candidato à vitória nas próximas eleições autárquicas.